Área para Clientes

Notícias Jurídicas

Tire suas dúvidas

Tire dúvidas com os Advogados.

Artistas defendem preservação da Amazônia em encontro com presidente do STF

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), recebeu na tarde desta terça-feira (12) um grupo de artistas que veio defender a preservação da Amazônia e o combate à corrupção. Estiveram com a ministra a produtora cultural Paula Lavigne, os atores Christiane Torloni, Susana Vieira, Victor Fasano, Jorge Pontual e Luiz Fernando Guimarães e os músicos Xande de Pilares, Rappin’Hood, Tico Santa Cruz e Maria Gadú. Os artistas conversaram com a ministra sobre processos que estão pautados para a sessão plenária desta quarta-feira (13), que tratam da constitucionalidade de dispositivos do novo Código Florestal, e também sobre recente decreto presidencial que havia extinguido a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca). Eles ressaltaram a importância da preservação do meio ambiente no país e afirmaram acreditar que certos dispositivos no novo Código Florestal aviltam a Constituição Federal ao permitirem um verdadeiro desmonte da proteção ambiental. O grupo também aproveitou o encontro com a presidente do STF para declarar abertamente seu apoio à Operação Lava-jato, da Polícia Federal. De acordo com a atriz Christiane Torloni, o grupo tem medo de que o Brasil perca a brecha histórica que abriu a possibilidade de acabar com a corrupção, representada pela operação em curso, mas elogiou a atuação do Judiciário. O desgaste das instituições nacionais, especialmente na classe política, torna esse cenário mais grave, salientaram os artistas, afirmando que “a atuação do Ministério Público e do Judiciário trazem, neste momento, a esperança de que um dia poderemos sair dessa turbulência mais fortes e menos vulneráveis”.
12/09/2017 (00:00)

Contatos:

Av. Beira Mar, nº  262  , Gr 404
-  Castelo - Centro
 -  Rio de Janeiro / RJ
-  CEP: 20021-060
+55 (21) 3553-1909+55 (21) 3183-6573
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia